Como e quando emitir o Certificado Internacional de Vacinação
- Dicas Gerais

Como e quando emitir o Certificado Internacional de Vacinação

Para algumas viagens internacionais, é necessário tomar vacina e apresentar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia, mesmo que você apenas vá fazer escala. Para conferir as exigências de cada país, é só acessar o Sistema de Emissão do CIVP, no site da ANVISA, na aba “Exigências de Viagem”. O certificado é gratuito e tem validade vitalícia.

Primeiro Passo

O primeiro passo é tomar a dose integral da vacina (pode ser de graça em um posto de saúde do SUS ou em algum serviço de vacinação privado credenciado) e guardar o comprovante. Depois, é só solicitar o Certificado Internacional de Vacinação, que pode ser emitido presencialmente ou emitido online para ser impresso em casa.

O CIVP de vacinação contra meningite e/ou poliomielite é emitido somente presencialmente.

Atendimento Presencial

Para o atendimento presencial, você precisa fazer um pré-cadastro no site, na opção Cadastrar Viajante. Em seguida, é necessário ir a uma unidade da ANVISA com seu documento e sua carteira de vacinação.

A emissão do CIVP é feita nos postos da Anvisa (em portos, aeroportos e passagens de fronteiras) e por unidades de vacinação públicas e privadas credenciadas. Porém, as unidades da Anvisa não aplicam a vacina e as unidades de gestão privada somente emitem o CIVP para quem se vacinar no próprio serviço.

Você pode verificar as unidades e seus horários de funcionamento no link. Alguns lugares fazem agendamento prévio.

Atendimento Online

Para o atendimento online, você se cadastra no Portal de Serviços do Governo Federal, entra nas opções Portal de ServiçosSaúde e Vigilância SanitáriaObter o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia e envia uma foto do seu documento e da carteirinha de vacinação. Em até 10 dias úteis, você receberá um e-mail com o certificado para imprimir em casa.

Documentação

– Cartão nacional de vacinação com data de administração, fabricante e lote da vacina; assinatura do profissional que realizou a aplicação; e identificação da unidade de saúde onde a vacina foi aplicada.

– Documento de identidade original com foto (RG, passaporte, CNH válida, entre outros). A certidão de nascimento é aceita para menores de 18 anos, mas é necessário já ter CPF para realizar o cadastro no sistema.

Febre Amarela

É importante destacar que a vacina da febre amarela, que é uma das mais solicitadas, precisa ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem para ser considerada válida. Quem já tomou a dose padrão (integral) desta vacina uma vez não precisa tomar novamente, pois ela tem validade para a vida toda. Já a dose fracionada não é válida para a emissão do CIVP.

Menores de 18 anos

É necessário assinar o Certificado no local indicado, conforme documento de identificação. No caso de menores de 18 anos, o CIVP pode ser assinado pelo responsável legal, mas é recomendado que seja a mesma pessoa que assinou o passaporte. Para a requisição presencial, o menor que já assina precisa comparecer à unidade emissora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *